Glossário

PLATAFORMA DE AUTOGESTÃO: aplicativo instalado em servidores com o objetivo de publicar conteúdo e permitir transações pela internet. É de autogestão porque o responsável pela gerência do conteúdo pode fazê-lo diretamente por um painel de controle e sem a necessidade de conhecimento avançado de programação.

E-MAIL OU CORREIO ELETRÔNICO: é um método que permite compor, enviar e receber mensagens por meios eletrônicos. O termo “e-mail” é aplicado tanto aos sistemas que utilizam a Internet e que são baseados nos protocolos POP3, IMAP e SMTP, como àqueles sistemas conhecidos como intranets, que permitem a troca de mensagens dentro de uma empresa ou organização e que são, normalmente, baseados em protocolos proprietários.

DNS: é a sigla para domain name system ou sistema de nomes de domínios. é uma base de dados hierárquica que permite que os endereços de ip sejam reconhecidos através de nomes (também chamados de domínios) no acesso das páginas da web.
IP: é a abreviação para a expressão inglesa “internet protocol” (ou protocolo de internet), que é uma identificação numérica usada entre duas ou mais máquinas em rede para encaminhamento dos dados.

DOMÍNIO: é um nome que serve para localizar e identificar conjuntos de computadores na internet. o nome de domínio foi concebido com o objetivo de facilitar a memorização dos endereços de computadores na internet pois, sem ele, teríamos que memorizar uma sequência grande de números.

SUBDOMÍNIOS: são as ramificações de um domínio principal, muito utilizado em grandes sites, por exemplo, “nome.seudominio.com.br”, onde “nome” é o subdomínio (identificação particular do CONTRATANTE) e “seudominio.com.br.com.br”, é o domínio que identifica o servidor da CONTRATANTE.

BROWSER: é a palavra em inglês utilizada para designar os programas de navegação na internet. em português, o termo comumente empregado é navegador. dentre o mais conhecidos podemos citar o google chrome, internet explorer, o mozilla firefox, o safari entre outros.

CÓDIGO-FONTE: é a sequência de instruções que formam um programa, ou seja, um conjunto de palavras ou símbolos escritos de forma ordenada e de maneira lógica, contendo instruções em uma das linguagens de programação existentes.

ESPAÇO VIRTUAL: é a quantidade de espaço disponível para gravação de dados armazenados no servidor (gravados em disco), isto é, arquivos de código, imagens, vídeos, entre outros.

TRÁFEGO: é a quantidade de dados transferidos entre o servidor e o usuário.